origem

Mail me

blogseve@gmail.com

Posts Recentes

Ossian

E por vezes

Liberdade?

Conselhos para todas as f...

Pois...

La femme comme il faut

Da divindade

Dos dias

My Panama Papers

Do vazio

Blogs especiais

Arquivo

Junho 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2015

Julho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sexta-feira, 13 de Janeiro de 2006

Agora é que é.

images9.jpg
publicado por S às 02:32
link do post | comentar | ver comentários (38) | favorito

Hoje vai ser o meu dia de sorte. Vai ser.

boris.jpg


Espera por mim, Boris.
Vou dizer que quero que sejas meu logo de manhã.
Espera. Vou buscar-te.
publicado por S às 02:11
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 12 de Janeiro de 2006

...

images8.jpg


 

publicado por S às 21:07
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 11 de Janeiro de 2006

...mas não é, novamente.

Hoje, ao que parece, é dia 11.

11 de Janeiro.

E depois de depois de amanhã, surpresa das surpresas, é sábado!
publicado por S às 23:06
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito
Terça-feira, 10 de Janeiro de 2006

Podia ser qualquer um...

Mas não.

Hoje é dia 10.

De Janeiro.

As regras são estas. Há que cumpri-las.

Não é?
publicado por S às 20:57
link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito
Segunda-feira, 9 de Janeiro de 2006

Ahhhhh...!!!

Fui eu!!!.bmp


Fui eu que fiz??!!!!

Quem diria...
publicado por S às 21:30
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

Esta, nunca hei-de ter!

images88.jpg

Até para o machismo, existem limites.

Tenho a certeza de que os homens "a sério", sabem disto.

... Ou então, não.

E nesse caso, azar o deles.
publicado por S às 01:20
link do post | comentar | ver comentários (15) | favorito
Sábado, 7 de Janeiro de 2006

Atenção:

Isto é um BLOG.

Por mais tentadora que vos pareça a ideia de pensarem que isto é outra coisa qualquer, não cedam.

Isto é mesmo um blog.

Mesmo, mesmo.

Um blog.
publicado por S às 18:56
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
Quinta-feira, 5 de Janeiro de 2006

Caridade: um conto paracientífico

Luísa acordou à hora do costume, naquela manhã de segunda feira.

Pela primeira vez, desde que decidira trabalhar fora de casa depois de ter sido mãe, fora até ao fim do processo.

Apesar de sentir o sabor doce de mais uma conquista da sua perseverança, não conseguia afastar a dúvida: E se ainda fosse demasiado cedo?

E se fosse demasiado desgastante, emocionalmente?

Tinha até às quatro da tarde, para afastar esses fantasmas. Depois disso, os dados estavam lançados.

Era um projecto de desafio às suas capacidades. E ela não sabia dizer não a desafios. "Trabalhar com portadores de deficiências múltiplas profundas, requer uma enorme força, a todos os níveis. Mas a Luísa parece-nos perfeitamente apta para desempenhar esta função. A questão dos turnos para si, como mãe, pode ser um impeditivo. Compreendemos perfeitamente que a sua resposta seja negativa, mas gostariamos muito de a ter por aqui...", ouvira antes de responder que sim, que aceitava.

O impacto inicial, foi ambivalente. Devastador pelos dois lados.

Mas a vontade de dar estava a crescer.

Ao fim de três dias e quatro turnos, a familia decidiu reclamar direitos. Primazia absoluta, como sempre.

Que não, não podia continuar por incompatibilidade de horários. Noites fora de casa não eram admitidas.

Que ficaria até encontrarem alguém que a substituísse.

"A porta estará aberta, caso mude de ideias."

No dia seguinte, recebeu um telefonema. Considerava-se contraproducente, deixar que se criassem laços mais profundos entre Luísa e os seus "meninos". Deveria cessar imediatamente o desempenho de funções.

No final do mês, cumpriu o que decidira desde o início do fim. Dirigiu-se à Tesouraria da Instituição, recebeu o cheque que lhe estava destinado, assinou no verso e perguntou:

- Qual é o procedimento para fazer um donativo?

(Não continua)

publicado por S às 00:22
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
Quarta-feira, 4 de Janeiro de 2006

Onde?

Adorava saber para onde foi o MEU Mont Blanc...
publicado por S às 21:34
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito