origem

Mail me

blogseve@gmail.com

Posts Recentes

Ossian

E por vezes

Liberdade?

Conselhos para todas as f...

Pois...

La femme comme il faut

Da divindade

Dos dias

My Panama Papers

Do vazio

Blogs especiais

Arquivo

Junho 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2015

Julho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Domingo, 23 de Novembro de 2008

Vinte e três

Curioso...

Sempre achei que não passaria dos 33.

 

 

 

Afinal, não só os génios se enganam, como também a genialidade pode ser efémera.

 

 

E tudo isto poderia ser apenas resultado de uns copos a mais. Mas não.

É tudo uma questão de oxigénio a menos. Por isso é que a parte de génio se esconde.

publicado por S às 01:24
link do post | comentar | favorito
10 comentários:
De Hello! a 23 de Novembro de 2008 às 03:23
Parabens na mesma!!!!
De S a 23 de Novembro de 2008 às 21:08
:)
"Na mesma" ?!
Tipo: "Ok, oxigénio a menos, genialidade enevoada, mas... no fundo, no fundo, ainda merece uns Parabéns" ??

Obrigada!

Na mesma. :))
De Carmen Cupido a 23 de Novembro de 2008 às 11:39
FELIZ ANIVERSARIO minha linda Sofia...

Que a vida te ofereça tudo o que desejares de bom!

Beijoca
De S a 23 de Novembro de 2008 às 21:29
Obrigada, minha querida e ternurenta Carmen.

Abraço apertado.

De Jaime a 25 de Novembro de 2008 às 22:36
Quantas vezes é que um génio tem de se enganar para deixar de ser génio? 33? :-)
De S a 26 de Novembro de 2008 às 14:43
:)

A tua deixa deveria ser qualquer coisa como:
"Sempre ouvi dizer que a genialidade e o escutismo andam de mãos dadas"

Agora, a minha terá de ser:
Já não se pode andar sensível e desoxigenada, que não há alma caridosa que nos valha e nos devolva a auto-estima...

Ou então:

Homens...

:)
De on a 27 de Novembro de 2008 às 13:50
Que venham então os 66:)
De S a 28 de Novembro de 2008 às 23:46
:)

É isso e mais posts no Prozac. (vá lá...) :)
De JL a 29 de Novembro de 2008 às 00:01
E eu que pensei que ias ao Hi5... deixei-te lá recado no próprio dia... Enfim, já não me ligas nenhuma :-)
Beijocas
De S a 29 de Novembro de 2008 às 01:12
:)
JL:
Por acaso, não vou lá muitas vezes.
Por acaso, fui lá no próprio dia e vi a tua mensagem.
E, por acaso, até respondi. :)
Como vês, por acaso até te ligo.
E também agradeço a mensagem, por acaso. :)

Beijo

Comentar post