origem

Mail me

blogseve@gmail.com

Posts Recentes

Ossian

E por vezes

Liberdade?

Conselhos para todas as f...

Pois...

La femme comme il faut

Da divindade

Dos dias

My Panama Papers

Do vazio

Blogs especiais

Arquivo

Junho 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2015

Julho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Detector de movimentos

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape
Quarta-feira, 7 de Março de 2007

Reflexo

 

 

" Para quem é sempre tão cheia de certezas, andas a cair de demasiado alto...", disse Ela hoje, a Si Própria.

 

...

 

 

"Cala-te. Deixa-me em paz.", respondeu Si Própria a Ela.

publicado por S às 23:08
link do post | comentar | favorito
12 comentários:
De Carmen a 8 de Março de 2007 às 17:30
Oi Sofia,
Como já não venho cá à alguns dias estou a encher os teus ultimos posts de comentários... e este das certezas deixou-me com algumas duvidas sobre as minhas próprias certezas; bom, na duvida, acho melhor começar a treinar paraquedismo... assim pelo menos aprenderei a cair... não vá alguma certeza partir o nariz na queda!!!!!!!!
X-Coração pras 4 mosqueteiras
De S a 9 de Março de 2007 às 01:34
:) Olá, Carmen.
Paraquedismo é bom para quem gosta de cair lentamente. Não tenho sangue frio suficiente para isso. Prefiro a certeza de um embate violento. Tem mais definição. Não há hipótese de arrependimento. :)
Abraços para vocês.
De Quem Será? a 8 de Março de 2007 às 18:32
A certeza é muitas vezes incerta... mas só damos por isso quando.... caimos?:-)
De S a 8 de Março de 2007 às 21:37
Será Quem Não Quis Ser (desculpe ter-lhe aumentado o nome), a situação é mais a inversa. Pensarmos que temos a certeza das certezas dos outros, e afinal...
Disso, tenho a certeza. :)
De anonimo e desconhecido a 8 de Março de 2007 às 20:32
a unica certeza é que teremos sempre algumas certezas e muitas incertezas.E sim o cala-te e deixa-me em paz até me soa bem , pois algumas vezes nao me consigo aturar a mim mesmo, mas só algumas vezes...
De S a 9 de Março de 2007 às 01:36
Isso passa, anónimo desconhecido. Tudo passa. :)
De Quem será? a 8 de Março de 2007 às 21:50
Nunca devemos ter certeza das certezas dos outros... se não temos certezas das nossas certezas!!! Tá tudo muito Zen!
De S a 9 de Março de 2007 às 01:30
Ok. Mas podemos ter certeza das incertezas dos outros. E quando é apenas isso que temos, temos apenas as nossas certezas. Se forem certezas incertas, nunca saberemos. A não ser que tenhamos certeza da certeza dos outros.
Tá? Não tinha reparado.
De T a 9 de Março de 2007 às 12:31
já percebi que se não for por aqui nunca mais falamos... deves andar muito ocupada!......
bem, tenho saudades tuas e tenho a certeza que estás bem.
diz coisas!....
T
De S a 9 de Março de 2007 às 13:12
:) Olá, miúda! Já estive melhor... :)
Próxima semana, café na Estefania, ok?
Vou lá ter contigo.
Bjs
De T a 12 de Março de 2007 às 10:57
oh! de não saberes nada de mim já nem sabes onde trabalho!... há muiiitooo tempo que já não estou (ainda bem!) na estefânia... estou muito mais perto de ti do que imaginas.... Beijinhos!
De S a 12 de Março de 2007 às 18:18
:) Foi magia! Tinhas acabado de escrever isto quando te enviei a mensagem, reparaste?! Sou mesmo um espectáculo!! :))

Comentar post