origem

Mail me

blogseve@gmail.com

Posts Recentes

Ossian

E por vezes

Liberdade?

Conselhos para todas as f...

Pois...

La femme comme il faut

Da divindade

Dos dias

My Panama Papers

Do vazio

Blogs especiais

Arquivo

Junho 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2015

Julho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Detector de movimentos

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape
Quarta-feira, 5 de Abril de 2006

Quando?

Alguém viu a primavera, por aí?

Estou à espera dela...

publicado por S às 23:08
link do post | comentar | favorito
8 comentários:
De Milocas a 6 de Abril de 2006 às 14:27
eu acho que ela está á tua espera!...

anda por aí escondida, a ver quando apareces... :))

beijo grande, sofia *****
De S a 6 de Abril de 2006 às 19:37
:) És mesmo querida, miúda! :) Bjs. Enoooormes. :)
De gala a 7 de Abril de 2006 às 22:40
:) a Primavera é como o Natal ...é qd um Homem ker

mas tenho uma prima chamada Vera...portanto, tenho sempre a PrimaVera :)

bom fim de semana
De JL a 9 de Abril de 2006 às 17:12
Olha, eu já não vejo a prima há muitos anos. A Vera, para ser verdadeiro, também já a não vejo desde o ano passado.

Um beijinho grande
De Carmen a 10 de Abril de 2006 às 08:55
Em todo o caso, a primavera por aqui não anda...com o que chove aqui em baixo e com o que neva ainda lá nos picos dos Alpes... não sei se aparecerá tão cedo ou então adora brincar às escondidas!!!!!!!!
Um beijo pra ti, Bá e meninas noivas e princesas... como nos contos de fadas!!
Boa semana Sofia
De mmrg@clix.pt a 10 de Abril de 2006 às 11:46
Desejos de uma Páscoa com amêndoas de todas as cores do mundo.
De http://shakermaker.blogs.sapo.pt a 10 de Abril de 2006 às 18:35
Ora viva Cara Sofia...

A Primavera não vi, mas tenho-me cruzado com o Inverno, que por sinal mandou cumprimentos do Outono que está de férias no Verão.

Pois é, nunca mais chegam as boas abertas...
(Isto nunca me soou lá muito bem?!)
Talvez seja melhor assim...
Tardam em chegar os dias de céu pouco nublado.
(Ah, assim já me soa melhor!?)

Um abraço...
SHAKERMAKER
De ... a 22 de Dezembro de 2009 às 01:30
...

Fecho os olhos para aprisionar as areias do tempo,

procuro encurtar os momentos ao redor de um abismo.

Estico os braços, próximo à margem oposta,

tento tocar o lado irreal desse devaneio.

Já não sei se estou tentando entrar ou sair,

enlouquecer é o que tenho feito.

Não há mágica de dentro para fora,

apenas movimentos circulares, pensamentos em vão.

Nada muda diante da distância nua dos caminhos áridos,

nessa difícil arte de desistir das ilusões.

...

Comentar post