origem

Mail me

blogseve@gmail.com

Posts Recentes

Ossian

E por vezes

Liberdade?

Conselhos para todas as f...

Pois...

La femme comme il faut

Da divindade

Dos dias

My Panama Papers

Do vazio

Blogs especiais

Arquivo

Junho 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2015

Julho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Detector de movimentos

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape
Segunda-feira, 31 de Dezembro de 2012

Para ti

Que depois de cada último, venha sempre um primeiro.

Feliz 2013.
(Ano côr de laranja)
publicado por S às 15:27
link do post | comentar | favorito
Sábado, 29 de Dezembro de 2012

I'm in love...

publicado por S às 00:07
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 27 de Dezembro de 2012

Querem apostar?

 

 

2013 é que vai ser.

publicado por S às 22:16
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Terça-feira, 25 de Dezembro de 2012

Amar e o Amor

Amar é uma arte. Amar é uma sorte.

Amar, não o Amor.

O Amor é muito mais frequente porque se limita a existir dentro de nós. Ainda assim, é raro.

 

E se o Amor é raro, Amar é um acontecimento praticamente impossível.

Mas acontece.

Tal como cada um de nós é um acontecimento praticamente impossível, mas o facto é que a fecundação se deu naquele preciso momento, reunidas aquelas circunstâncias e cá estamos nós.

 

Ninguém ama ninguém se não for amado de volta. Amar é fazer nascer amor dentro de outro ser.

Há magia quando alguém sente amor e provoca no outro exactamente o mesmo amor.

Amamo-nos através do outro e o outro ama-se através de nós.

Quando o mesmo amor existe em duas pessoas diferentes, amar acontece.

 

Porém, na maioria das vezes, o amor que as pessoas sentem ou recebem não chega a encontrar o outro lado e o retorno não se dá.

Sentem amor, dão amor, mas não amam nem são amadas.

 

Paralelamente, há viver e há existir.

Há a água e o vinho (tinto alentejano, claro).

 

Pode conceber-se a existência de uns sem os outros, mas não a dos outros sem os uns.

 

Se podemos ser felizes sem amar?

Podemos.

Mas não é a mesma coisa.

Experimentem lá...

 

 

 

 

publicado por S às 20:12
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 24 de Dezembro de 2012

É oficial

 

Tenho para aí uns 5 metros de inveja da Jennifer Lopez.

O rapaz tem uma estrutura óssea estupidamente impressionante e um sorriso de ir às lágrimas.

 

 

...

 

 

Ou talvez não.

 

publicado por S às 18:27
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 22 de Dezembro de 2012

Para este Natal pode ser...

 

 

Nevoeiro.

Imenso nevoeiro.

 

Pode ser numa caixinha.

publicado por S às 00:17
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 20 de Dezembro de 2012

O fim do Mundo

O fim do Mundo seria o fim da fome das crianças.

Seria o fim do ódio.

Seria o fim da violência gratuita.

Seria o fim da ganância.

 

Não tenho rigorosamente nada a apontar à indignação que cada um de nós vomita, de cada vez que há um massacre de inocentes.

Há seres capazes de atrocidades enormes, em que morrem crianças inocentes ou, como li algures, muito recentemente, que acabaram de iniciar a vida.

Mas acho estranho. Não consigo controlar a estranheza absurdamente enorme que me causa.

 

Acho estranho porque parece que andamos todos a dormir, num sono selectivo.

Que uma única notícia nos faça sentir revolta, durante umas horas, ou alguns dias, quando todos os dias - eu disse TODOS -, morrem crianças com fome, maltratadas, por todo o mundo.

Crianças.

Numa lentidão que dói.

 

 

Só por isso, por mim pode ser verdade.

Venha ele.

publicado por S às 21:44
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 18 de Dezembro de 2012

Antes que seja tarde...

 

Feliz Natal.

 

Branco como a paz.

publicado por S às 23:15
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2012

Post sem qualquer intenção moralista

E se eu, na minha ingenuidade, espetasse um tiro de caçadeira a quem andasse vestido com pele de animais e depois alegasse

"Ah, que chatice... Pensei que era um urso e tive medo..."?

 

Era giro!

 

 

Pena eu não ter medo de ursos.

publicado por S às 13:11
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 12 de Dezembro de 2012

Eu juro que a culpa não é minha. Não desta vez.

Mas hoje acontece a última dessas coisas giras que se fazem com os números da data deste século.

publicado por S às 16:22
link do post | comentar | favorito