origem

Mail me

blogseve@gmail.com

Posts Recentes

Ossian

E por vezes

Liberdade?

Conselhos para todas as f...

Pois...

La femme comme il faut

Da divindade

Dos dias

My Panama Papers

Do vazio

Blogs especiais

Arquivo

Junho 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2015

Julho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Detector de movimentos

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape
Sexta-feira, 29 de Junho de 2012

A sorte é mais salgados

... E eu que nasci tão doce.
publicado por S às 22:24
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 27 de Junho de 2012

Que injustiça, disse ele...

Olé!!!

publicado por S às 23:33
link do post | comentar | favorito
Sábado, 23 de Junho de 2012

Onde é que estou?, diz o ar nos meus pulmões

Quis o destino que aquelas moléculas, e não outras, entrassem nos meus pulmões, e não noutros.

Azar o delas.

Nunca mais serão as mesmas.

Tão livres que elas andavam e acabam assim.

Coitadinhas.

 

E eu ainda digo que a minha vida é difícil...

 

 

publicado por S às 00:44
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 19 de Junho de 2012

Só visto

Se me viessem dizer que ainda não comi sardinhas este ano, eu não acreditava.
publicado por S às 17:52
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 7 de Junho de 2012

Sobre o básico

 

Tenho dito.

publicado por S às 17:45
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 5 de Junho de 2012

Em branco

Tantas coisas, tanto mundo (tanto Amor), que passam por nós.

Às vezes em anos. Outras em meses apenas. Outras em semanas, dias, horas...

Algumas constroem-nos. Outras fazem o oposto.

 

Este não é um post sério.

É o post possível, depois de um copo de vinho. Douro, eu que só gosto do do Alentejo.

Tenho a desculpa de estar a ouvir música dos anos 80 (ou 90, sei lá. antigas, como eu).

Acho sempre que nunca nada de tão extraordinário será feito como foi durante os anos mais construtivamente marcantes da minha vida (aqueles em que eu via o TOP+ enquanto a minha mãe me secava o cabelo depois do banho, por exemplo).

 

A música que alguém com 12 anos ouve agora, não é marcante como a que eu ouvi quando tinha essa idade (há uns 18 ou assim).

Eu sei disto porque há pessoazinhas com 12 anos (pessoazinhas, porque ainda são pessoas pequeninas) que ouvem e gostam do que eu ouvia quando tinha a idade delas (há para aí 15 anos, ou assim).

 

(mais umas frases destas e consigo chegar aos 16) 

 

Isto tudo, na verdade, porque estou incrivelmente emocionada.

A Maria tem 12 anos.

A Maria está apaixonada e veio pedir-me conselhos.

E eu... Eu dei-lhos.

E estou a dar o meu contributo na construção de uma mulher.

Está tanto nas minhas mãos...

 

 

(Espera lá... Só agora é que percebi. EU, E-U,  estou a dar o meu contributo na construção de uma mulher! Tenho de ir pesquisar sobre o assunto rapidamente! Eu não percebo nada de mulheres!)

 

 

E depois vou ver a Lua.

Mandaram-me e eu vou.

publicado por S às 23:23
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito