origem

Mail me

blogseve@gmail.com

Posts Recentes

Ossian

E por vezes

Liberdade?

Conselhos para todas as f...

Pois...

La femme comme il faut

Da divindade

Dos dias

My Panama Papers

Do vazio

Blogs especiais

Arquivo

Junho 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2015

Julho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Detector de movimentos

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape
Sábado, 29 de Março de 2008

Parece que, finalmente, chegou alguma coisa...

 

 

Estou tão lamechas, hoje...

 

A Primavera tem destas coisas.

 

...

 

Amanhã estarei melhor.

Desde que o Universo se acalme e seja meigo comigo.

 

 

 

publicado por S às 12:30
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 26 de Março de 2008

Qualquer coisa

 

Não é, necessariamente, uma coisa qualquer.

 

E porque a ordem das palavras pode, às vezes, alterar por completo o significado de uma frase...

 

...

 

Não faço ideia do que devo escrever depois de frase e antes das reticências.

 

 

 

Também, só me apetecia dizer qualquer coisa.

 

Parece que acabei por dizer uma coisa qualquer.

 

É a vida.

publicado por S às 00:35
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito
Sábado, 22 de Março de 2008

Fogo que brilha

 

 

              

 

Do grego pyrilampís < pyr, pyrós, fogo + lampó, brilhar

publicado por S às 20:13
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 20 de Março de 2008

Doze palavras

Cumprindo o desígnio que me traçou  D. Afonso, aqui estão elas, as femininas palavras que no silêncio da minha mente irão aflorar nos próximos segundos:

 

- Obstante

- Portento

 

...

 

(isto não é tão fácil como parece. só me ocorrem coisas como "coelhinho" e "despacha-te lá, que a tua vida não é isto")

 

(e depois, há aquela palavra que adoro. só que agora, logo agora!, não me lembro dela...)

 

- Sublime

- Vilipendiar

- Universo

- Gosto mesmo de sublime. Nem eu sabia que gostava tanto de sublime.

- Lealdade

- Pátria

 

(em quantas vai? sete. bom. sete é bom. faltam cinco. cinco também é giro)

 

- Resiliência

- Rigor

- Eterno

- Faltam duas. A pior parte é sempre a do fim. Agora chegam todas ao mesmo tempo e eu que decida. Ingratas. Hão-de  cá vir...

 

- Sabedoria

 

- Eu sou coisa feminina. A próxima é óbvia, mas não me chateia ser previsível, neste contexto:

 

- Amor

 

- Até porque estamos, oficialmente, na Primavera.

 

Agora a parte boa. Doze almas a quem passar isto.

 

Ou um bom motivo para não o fazer: Compaixão.

 

E foram treze.

publicado por S às 23:45
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Páscoa Feliz!

   

 

 

         

 

Sabiam que...

A Páscoa é sempre o primeiro Domingo depois da primeira lua cheia depois do equinócio de Primavera (20 de Março).

Esta datação da Páscoa baseia-se no calendário lunar que o povo hebreu usava para identificar a Páscoa judaica, razão pela qual  a Páscoa é uma festa móvel no calendário romano.

Este ano a Páscoa acontece mais cedo do que qualquer um de nós irá ver alguma vez na sua vida! E só os mais velhos da nossa população viram alguma vez uma Páscoa tão temporã (mais velhos do que 95 anos!).

1)      A próxima vez que a Páscoa vai ser tão cedo como este ano (23 de Março) será no ano 2228 (daqui a 220 anos). A última vez que a Páscoa foi assim cedo foi em 1913.

2)      Na próxima vez que a Páscoa for um dia mais cedo, 22 de Março, será no ano 2285 (daqui a 277 anos). A última vez que foi em 22 de Março, foi em 1818. 

Boa Páscoa!

 

publicado por S às 13:23
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 19 de Março de 2008

Obviamente...

 

 

 

Estreia a 20 de Março.

 

 

publicado por S às 00:52
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 18 de Março de 2008

Meia prova

2588

Este numero existe.

E é um vencedor.

Parabéns!

publicado por S às 16:09
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 14 de Março de 2008

Mixplica, vai...

 

 

 

Ofereço um bolo de brigadeiro (daqueles enooormes), inteirinho, a quem conseguir fazer-me mudar de ideias em relação ao novo acordo ortográfico...

 

E ofereço dois a quem me fizer acreditar que existe algum sentido para este acordo.

 

 

Chamem-me conservadora, mas não imagino maior disparate contra a minha língua mãe.

 

publicado por S às 21:54
link do post | comentar | ver comentários (20) | favorito
Quinta-feira, 13 de Março de 2008

Flower

      

 

 

 

Power.

 

E querer é... precisamente.

 

Malmequeres são flores.

 

E flores são... precisamente outra vez.

 

(Não liguem.)

 

(Deve ser do pólen.)

publicado por S às 18:27
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Sábado, 8 de Março de 2008

Bancos de Jardim

(Van Gogh - 1889)

Ontem, em Lisboa, passei por um banco de jardim.

A imagem desse banco persegue-me. Estava cheio de pessoas e quase vazio de vida.

Não gosto de bancos de jardim.

E agora percebo por que prefiro sempre sentar-me no chão.

publicado por S às 13:45
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito