origem

Mail me

blogseve@gmail.com

Posts Recentes

Ossian

E por vezes

Liberdade?

Conselhos para todas as f...

Pois...

La femme comme il faut

Da divindade

Dos dias

My Panama Papers

Do vazio

Blogs especiais

Arquivo

Junho 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2015

Julho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Detector de movimentos

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape
Quinta-feira, 17 de Setembro de 2009

Do que foi meu

Lembro-me de tantas coisas...

E, ultimamente, a um ritmo alucinante.

 

A minha praia de adolescente em Setembro, antes das aulas começarem, com o mar agitado, a maré cheia e as algas na areia...

 

Antes disso, a minha outra praia e o Sr Janeiro, o cheiro a maresia da casinha de madeira, onde a minha mãe me comprava batatas fritas. Ir com o meu irmão para "as rochas" - onde quase ninguém se atrevia a ir porque a maré subia de repente -, só para ver os caranguejos, polvos e peixes, que ficavam lá entre marés...

A minha escola primária, os primeiros dias, a confusão de dias de verão e de aulas, que me fazia ir tão feliz para a escola como tinha ido para a praia e depois, a vontade do S. Martinho, de brincar à Galáctica nos ramos das árvores que faziam de naves e continuar a brincadeira em casa, com fichas triplas que faziam de armas...

 

E antes disso ainda, ir para a minha primeira praia, com o chapéu igual ao de todos os outros, sempre maiores que eu em tamanho e brincar dentro dos barquinhos dos pescadores, que ficavam na areia. Ainda não tinha 5 anos.

 

E o mais estranho, é que sinto um apelo quase irresistível para voltar lá.

Para viver tudo outra vez.

 

Não sei se vá. É capaz de ainda ser cedo. Ainda nem três da tarde são.

 

 

publicado por S às 12:25
link do post | comentar | favorito
6 comentários:
De on a 19 de Setembro de 2009 às 10:10
Ena pá tantas letras. Linhas de seguida, sem espaços. Só li até metade. Amanhã volto cá. Não há por aí um banquinho? Já são três da tarde e ainda não almocei. Não há por aí um banquinho. Já não se oferece um copo de água nem nada? Uma limonada...
De S a 19 de Setembro de 2009 às 12:11
Seja bem vindo!
Também há batatas fritas, queres? :)
De Stella@5ecret5tar5ystem a 25 de Setembro de 2009 às 21:09
adorei...
De S a 26 de Setembro de 2009 às 18:55
:) Ainda bem...
De ... a 16 de Dezembro de 2009 às 23:04
Smile Like You Mean It

http://www.youtube.com/watch?v=8aPvuxC2Zkc
De S a 16 de Dezembro de 2009 às 23:43
Allways

Comentar post