origem

Mail me

blogseve@gmail.com

Posts Recentes

Ossian

E por vezes

Liberdade?

Conselhos para todas as f...

Pois...

La femme comme il faut

Da divindade

Dos dias

My Panama Papers

Do vazio

Blogs especiais

Arquivo

Junho 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2015

Julho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Detector de movimentos

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape
Quarta-feira, 12 de Agosto de 2009

Um momento...

Há um momento de viragem, um momento chave, que identificamos facilmente quando vemos um filme.

É aquele momento que, de forma intuitiva ou porque é demasiado óbvio, sabemos que vai mudar o curso dos acontecimentos, que marca a diferença entre antes e depois.

 

(eu sei que estou há 300 palavras a dizer o mesmo, mas calma!)

 

(há alguns dias que quero falar disto e agora, que finalmente consegui começar, não me lembro do que queria escrever, só do assunto.)

 

(por isso, calma!)

 

(deve ter-me acontecido algum momento destes. mas se fosse isso, seguramente lembrar-me-ia, não era?)

 

(a não ser que o tal momento... )

 

(será do calor?)

publicado por S às 19:14
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Hello! a 12 de Agosto de 2009 às 21:38
...a culpa é daqueles intervalos longos que nos fazem perder o fio à meada.... :-)
De S a 14 de Agosto de 2009 às 16:35
:)
Já ouvi chamar muitas coisas a isso.
Demência foi uma delas. :)

É uma boa desculpa para nunca voltarmos atrás, de facto. Mas eu lembrei-me do essencial: o assunto!
Lembro-me sempre do que é essencial.

Comentar post